Caqui: revista brasileira de haicai

CAQUI · Fórum · Correio · Busca

Página anterior 9 Próxima página  


Helena Kolody
Pioneira do haicai

Mais alguns haicais de Helena Kolody

Os três primeiros haicais

Fanny Dupré, amiga e orientadora

Influência de Guilherme de Almeida?

Helena e Leminski

A palavra é uma vivência pessoal

Reika, seu nome de haicaísta

Helena e a tanka

Helena e o senryu

Mais alguns haicais de Helena Kolody

Vida e obra no tempo

Referências e notas

Último

Vôo solitário
na fímbria da noite
em busca do pouso distante.


Aplauso

Corrida no parque
O menino inválido
Aplaude os atletas.


Alegria

Trêmula gota de orvalho
presa na teia de aranha,
rebrilhando como estrela.


Flecha de sol

A flecha de sol
pinta estrelas na vidraça.
Despede-se o dia.


Ipês floridos

Festa das lanternas!
Os ipês se iluminaram
de globos de cor-de-ouro.


Qual?

Damos nomes aos astros...
Qual será nosso nome
nas estrelas distantes?


Poesia mínima

Pintou estrelas no muro
e teve o céu
ao alcance das mãos.


Manhã

Nas flores do cardo,
leve poeira de orvalho.
Manhã no deserto.


Na série Memória Paranaense (programa de rádio e TV de 1997), o entrevistador pergunta à Helena: "Daquilo que foi escrito, o que a senhora considera o mais importante em poesia, resumindo o que foi a sua vida, a sua trajetória?"23 - Com voz firme e demonstrando contentamento ela responde: "Talvez, o que o pessoal gosta muito (é um poema bem curtinho), que é Dom:


"Deus dá a todos uma estrela.
Uns fazem da estrela um sol.
Outros nem conseguem vê-la".







Página anterior 9 Próxima página  

27 de dezembro de 2004

Primeira
página

Retornar ao Caqui

Enviar esta página
para um amigo

Início da
página

Retornar ao início da página