Artigos

Algumas sugestões para compor haicai

31/12/2011

por Teruko Oda

1. Escreva o poema sempre em três versos (linhas).

2. Quanto à métrica, a contagem da sílaba gramatical e da sílaba poética não segue a mesma regra. A sílaba poética é contada pelos sons que emitirmos quando lemos ou falarmos o poema. Considerando que a poesia é a principal qualidade do haicai e não a métrica, não perca muito tempo tentando enquadrar os seus versos dentro de cinco, sete e cinco sílabas. Use o seu bom senso e evite os extremos: versos nem muito curtos, nem muito longos.

3. O momento do haicai é o que está acontecendo agora; então, use sempre o verbo no tempo presente.

4. Escreva sobre a natureza exatamente como ela é: de forma clara, simples e objetiva (quem, o quê, quando, onde).

5. Evite pré-conceitos, metáforas, comparações, julgamentos, conclusões.

6. Por mais fantástica que lhe pareça a idéia, não invente, não “ache”, não tente passar lições de moral, filosofia, religião.

7. Evite explicações, descrições fúteis, expressões redundantes que nada acrescentam ao seu poema.

8. Seja fiel a você mesmo: evite imitações não condizentes com a sua realidade.

9. Observe atentamente a natureza : “captura a luz que emana das coisas antes que ela se apague” (Bashô).

10. Veja se o seu poema apresenta no mínimo dois destes quesitos: um agente, uma ação, uma descoberta, um acontecimento, referência à estação do ano.

Veja também: Os dez mandamentos do haicai