Arquivo do mês de dezembro de 2011

Revista Brasil Nikkei Bungaku 39

31/12/2011

Capa BNB39Está à venda o número 39 da revista bilíngüe Brasil Nikkei Bungaku, publicada pela Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil, com os haicais em português enviados por colaboradores de todo o país. Leia mais…

Algumas sugestões para compor haicai

31/12/2011

por Teruko Oda

1. Escreva o poema sempre em três versos (linhas).

2. Quanto à métrica, a contagem da sílaba gramatical e da sílaba poética não segue a mesma regra. A sílaba poética é contada pelos sons que emitirmos quando lemos ou falarmos o poema. Considerando que a poesia é a principal qualidade do haicai e não a métrica, não perca muito tempo tentando enquadrar os seus versos dentro de cinco, sete e cinco sílabas. Use o seu bom senso e evite os extremos: versos nem muito curtos, nem muito longos.

3. O momento do haicai é o que está acontecendo agora; então, use sempre o verbo no tempo presente.

4. Escreva sobre a natureza exatamente como ela é: de forma clara, simples e objetiva (quem, o quê, quando, onde).

5. Evite pré-conceitos, metáforas, comparações, julgamentos, conclusões.

6. Por mais fantástica que lhe pareça a idéia, não invente, não “ache”, não tente passar lições de moral, filosofia, religião.

7. Evite explicações, descrições fúteis, expressões redundantes que nada acrescentam ao seu poema.

8. Seja fiel a você mesmo: evite imitações não condizentes com a sua realidade.

9. Observe atentamente a natureza : “captura a luz que emana das coisas antes que ela se apague” (Bashô).

10. Veja se o seu poema apresenta no mínimo dois destes quesitos: um agente, uma ação, uma descoberta, um acontecimento, referência à estação do ano.

Veja também: Os dez mandamentos do haicai

Oficineira publica primeiro livro próprio

31/12/2011


Lua na rede
Mahelen Madureira
Primeira obra solo de integrante do Grêmio Caminho das Águas que mantém importante atividade de ensino de haicai em Santos.

Coletânea de haicais (151 haicais). Apresentação de Teruko Oda. Ed. Costelas Felinas, São Vicente, 2011. Capa dura, 68 páginas, 13cm x 19cm. Leia mais…

Livro a seis mãos é dedicado aos animais

31/12/2011


Estação dos Bichos
Alice Ruiz e Camila Jabur
Autoras mais o ilustrador Fê celebram seu amor pelos bichos através de haicais.

Coletânea de haicais (68 haicais). Ilustrações de Fê. Introdução de Alice Ruiz, orelha de Edith Derdyk. Bio-bibliografias. Ed. Iluminuras, São Paulo, 2011. 64 páginas, 16cm x 23cm. ISBN 978-85-7321-361-4. Leia mais…

Haicais valorizam álbum fotográfico de Santos

31/12/2011


Santos – Natureza e Arquitetura em Fotopoemas
Regina Alonso
Haicais especialmente compostos para acompanhar fotos antigas e modernas de Santos, uma das principais cidades portuárias brasileiras.

Haicais e fotografias (64 haicais). Fotos de Sergio Furtado, Tadeu Nascimento e outros. Introdução da autora. Contém o texto “O ato fotográfico e a arte de compor haicais”, de Gustavo Morita. Contém bio-bibliografias. Ed. Vice Rei, São Paulo, 2011. 80 páginas, 28cm x 21cm. ISBN 978-85-64446-02-1. Contato: orgone1@terra.com.br. Leia mais…

Haicais de Gustavo Felicíssimo

31/12/2011


Outros silêncios
Gustavo Felicíssimo
Autor radicado em Ilhéus compila obra inspirada pelo estudo do haicai.

Coletânea de haicais, senryus, renga e haibuns (total de 132 estrofes). Nota do autor, contracapa de Carlos Verçosa e orelha de Edson Kenji Iura. “Renga do Rio Cachoeira” em co-autoria com George Pellegrini. Contém bio-bibliografia. Ed. Mondrongo, Ilhéus, 2011. 88 páginas, 14cm x 21cm. ISBN 978-85-65170-00-0. Leia mais…