Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

As estações de Neide Portugal (volume 2)


Chão de folhas
Neide Rocha Portugal

Coletânea de haicais (200 haicais). Prefácio de Márcia Moskado. Posfácio da autora. Inclui bibliografia. Maringá, Massoni, 2013. 104 páginas, 16,5cm x 23,5cm. Coleção Estações Haicai, v.2. ISBN 978-85-8017-065-8.


Do prefácio: “Cada haicai é único porque a forma de olhar e o modo de ver também são singulares. Há uma vitalidade em cada verso onde é revelado, pela autora, o sentido humano e a sua relação com a natureza. É pelo oceano de imagens do dia a dia, pelas inúmeras cenas e situações poéticas que Neide constrói os haicais. Sim. Haicai é construção porque a natureza é geometria, é plana, é dimensão, é transcendental, é analítica, é elementar, é descritiva. Os poemas desta coletânea captam e esquadrinham o instante, o real. E pelo atento olhar da autora, ela flagra a luminosidade geométrica da natureza, enquadrando-a com simetria e aguçada percepção nos versos. É a poesia presente na rotina de muitos, mas que poucos vêem, mesmo com uma imagem clara e óbvia”.

Amostras:

Acabou a linha–
Nosso espantalho caolho
finquei assim mesmo

Poeira na estrada–
cipó-de-são-joão encobre
a pequena cruz

Desde a minha infância
sabiás não envelhecem–
tinjo os meus cabelos

Chuva de verão
bem qual a vida da gente
rápida se vai