Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

Traduções de José Lira: Bashô

Capa - A sombra do viajante

A sombra do viajante: Haicais de Bashô
José Lira (tradutor)

Coletânea de haicais (49 haicais em versão bilíngue — japonês e português) com notas. Apresentação pelo tradutor. Contracapa com nota biográfica e haicai de Bashô. Recife, Editora Coqueiro, sem data, 16 páginas, 10cm x 15cm. Contato: editoracoqueiro2011@gmail.com.

Da apresentação: “Até os quarenta anos, Matsuo Bashô teve uma intensa vida intelectual, dedicando-se ao estudo das literaturas clássicas chinesa e japonesa e a encontros poéticos improvisados, nos quais um poema inicial (hokku) era glosado em sequência por vários participantes — prática muito comum na época, chamada haikai renga. Decidiu então conhecer seu país e fez longas peregrinações através do Japão. Após cada viagem, divulgava as suas experiências em crônicas seguidas de um ou outro hokku, o que deu a esse tipo de poema (depois chamado haiku ou, em português, haicai) o reconhecimento como um novo gênero literário, diferente do que se fizera até então. Seu livro Oku no Hosomichi (Trilhas Estreitas do Interior}, um relato de viagem entremeado de haicais, é ainda hoje uma das obras mestras da literatura japonesa”.

Amostras:

De vez em quando
Descanso para a vista:
Lua entre nuvens

A borboleta
Deixou entre os crisântemos
Uma das asas

Para quem diz
“Cansado das crianças”
Não se dá flor

Campo de colza:
Os pardais de repente
Admiram flores