Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

Os haicais do Grêmio Pitangas Urbanas

Capa de Olhos de Neblina

Olhos de neblina
Pitangas Urbanas Grêmio de Haiku

Coletânea de haicais (total de 35 haicais, cinco autores). Prefácio de Jishô Handa. São Paulo, edição dos autores, 2016, 11cm x 16cm. Contato: pitangasurbanas@gmail.com.

Do prefácio: “Não pensamos a Natureza como distanciada de nós, que pode ser encontrada longe dos centros urbanos. Há uma forma de ser haicaísta sem abandonar o local em que vivemos, com todas as suas contradições, nós próprios seres contraditórios que se utilizam desse fato para produzir arte. Não somos diferentes disso. Assim, a arte do haiku que produzimos vem manchada da fuligem de uma tarde de verão. Nem o ar de primavera é tão puro assim, mas tem um sabor peculiar, tão característico de uma cidade que respira os ares do mundo”.

Amostras:

Num prego entortado
penduro a folhinha nova
perto da janela.
(Zekan Fernandes)

rondando os ouvidos
faz barulho o pernilongo
desmanchando sonhos
(Dôshin Esteves)

Outono nem chega
minha mãe convalescente
não me reconhece.
(Jishô Handa)

Por longos minutos
cessou a conversa dos grilos —
um caixão chegando.
(Yûsei Alves)