Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

Haicaipiras de Domingos Pellegrini


Brasilgatô — Haicaipiras no Centenário Brasil-Japão
Domingos Pellegrini
Escritor paranaense ganhador do Prêmio Jabuti reúne haicais em livro que celebra o centenário da imigração japonesa ao Brasil.

Coletânea de haicais (184 haicais). Editora Leitura, Belo Horizonte, 2008. 88 páginas, 12cm x 21cm. ISBN 978-85-7358-813-2.

Das orelhas: “A modernização do haicai aboliu a métrica dos versos e a necessidade de se referir à natureza — desde que haja graça, no sentido de visão espiritual, manifestação divina ou sacada vital. Como neste haicai de Paulo Leminksi, tão simples e tão natural que consegue a graça de ser poesia sem nem parecer poesia: ‘A noite/ me pinga uma estrela no olho/ e passa’. Chamo de haicaipiras meus haicais, escritos ao longo de trinta anos, continuando essa ponte sem fim entre natureza e espírito: ‘Baixou Bashô/ na poesia brasileira'”.

Amostras:

Aproveita bastante
amanhã esta lua cheia
já será minguante
A paina, alvo engano
é a neve possível
neste meridiano
Carma, assim é a vida
quanto mais longa
mais cumprida
Que o mundo fique
longe do pedaço
onde faço piquenique