Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

Teruko Oda evoca reminiscências


Furusato no uta — canção da terra natal
Teruko Oda
Haicaísta evoca reminiscências da vida entre imigrantes japoneses, costuradas a haicais da autora, de seus pais e de Masuda Goga.

Ensaio memorialista incluindo 114 haicais. Apresentação de Paulo Franchetti. Inclui bio-bibliografia. Escrituras Editora, São Paulo, 2010. 64 páginas, 14cm x 21cm. ISBN 978-85-7531-367-1.

Da Apresentação: “Várias vezes, na leitura fiquei comovido. Primeiro, pela beleza pungente de muitos haicais e outros tantos trechos de prosa, que formam com eles um conjunto harmônico, de extrema delicadeza. Depois, porque este livro representa um momento de apogeu no processo de aclimatação do haicai à língua portuguesa e à literatura brasileira, que venho acompanhando há tempos. Foi um trabalho intenso o que Teruko Oda desenvolveu junto com Masuda Goga: estudo da tradição japonesa, catalogação dos fenômenos naturais brasileiros e seu enquadramento em uma ou outra estação, prática sistemática de haicai com as palavras indicativas das estações do ano, oficinas, trabalho com crianças, publicação de anrologias e livros individuais, realização de concursos. Anos nos quais se buscou um caminho brasileiro de haicai, que pudesse preservar e difundir aqui o seu sabor específico, aquela mistura de adstringência e doçura que faz de cada momento uma celebração da vida e uma conremplação da sua transitoriedade”.

Amostras:

O vento passa—
Um quê de primavera
no cheiro que fica.
Na grande varanda
meus pais trocando poemas—
Lua-desta-noite.
O quintal da infância
no perfume desta noite—
Flores de jasmim.
Uma coleira nova
para o cão que guarda a casa—
Dia de Natal.