Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

Novos haicais de Nelson Savioli


Insistente aprendiz
Nelson Savioli
Dublê de executivo e poeta lança segunda coletânea de haicais

Coletânea (78 haicais anotados). Introdução do autor. Bibliografia. Apêndice com artigos diversos. Nota bio-bibliográfica. Qualitymark, Rio de Janeiro, 2011. 192 páginas, 12cm x 18cm. ISBN 978-85-7303-964-1. Contato: www.qualitymark.com.br.

Da Introdução: “Elogios e críticas fizeram aumentar o meu interesse pelo haicai na linha de Bashô. Continuei a estudar os clássicos e a participar de reuniões de grêmios e de discussão em listas na internet, além de enviar material para revistas e jornais brasileiros voltados para a colônia japonesa e seus admiradores. No mais das vezes, a prática do haicai é coletiva, de exposição à crítica dos colegas presentes ou remotos. Aprende-se fazendo e refazendo. Os haicais deste livro procuram expressar ‘uma sensação, um insight, um momento, muito além de uma simples descrição de imagens’. Eles não podem ‘contar tudo’ e devem deixar ao leitor o prazer de sua compreensão, quase uma coautoria. Retratam uma cena vivida pelo haijin, ou evocada de uma sua experiência, geralmente ligada à natureza. Procuram demonstrar a estação do ano em que a cena é descrita por meio do kigo. Com poucas exceções, são escritos ou falados no presente”.

Amostras:

Esfrego os olhos.
Uma borboleta branca
sobre o lençol.
Na ponta da bota,
a manchete do jornal.
Estação chuvosa.
Lavoura deserta.
O vento é música nas
franjas do espantalho.
Moça de biquíni
reza o terço enquanto corre.
Praia de Ipanema.