Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

Moradores de rua escrevem haicais


Luas e Marés – 1a Antologia de Haicai Associação Prato de Sopa Monsenhor Moreira
Mahelen Madureira (org.)
Em Santos, moradores de rua escrevem haicais e publicam antologia.

Antologia (121 haicais, 50 autores). Apresentação de Raquel Nunes de Souza Dias. Prefácio de Regina Alonso. Edições Costelas Felinas, São Vicente, 2010. Capa-dura, 72 páginas, 13cm x 19,5cm. Contato: mahelen.madureira@hotmail.com.

Da Apresentação: “O importante é salientar que a Instituição não se intimidou, saiu de um trabalho assistencial para galgar um degrau a mais na sua história e abraçar o homem, mas na sua totalidade, com um projeto que vai além da sopa, um projeto de vida. […] Dentre as várias oficinas implantadas há a de leitura e produção de textos realizada semanalmente, às sextas feiras, com a professora e haicaísta Mahelen Madureira, onde os usuários aprendem a compor haicai – poema de origem japonesa – que tem como referência a natureza. Prática que leva o grupo a despertar o olhar para as transformações que ocorrem na natureza a cada estação do ano e a refletir sobre a responsabilidade de cada um para com o planeta, o meio ambiente – cidade e bairro onde vivem. Esta antologia é a prova documental do que eles são capazes e a mola propulsora para os responsáveis não desistirem”.

Amostras:

Partiu tão cedo
Deixando o berço vazio–
Primavera finda.
Elias Sales
Noite de temporal–
Divido o meu papelão
Com o companheiro.
Jairo Araújo
No tapete da porta
Cachorro encolhidinho–
manhã de inverno.
João Eduardo Rocha Ronan
Festa Junina–
Meu coração bate-bate
Por esta caipira.
Rogério Marcondes da Silva