Caqui: revista brasileira de haicai

CAQUI · Empório · Teia · Graffiti · Notícias · Fórum · Correio · Busca

Encontro Brasileiro de Haicai

O que é o
Encontro
Brasileiro
de Haicai
XXVI Encontro
XXV Encontro
XXIV Encontro
XXIII Encontro
XXII Encontro
XXI Encontro
XX Encontro
XIX Encontro
XVIII Encontro
XVII Encontro
XVI Encontro
XV Encontro
XIV Encontro
XIII Encontro
XII Encontro
XI Encontro
X Encontro
IX Encontro
VIII Encontro
VII Encontro
VI Encontro
V Encontro
IV Encontro
III Encontro
II Encontro
I Encontro


XII Encontro Brasileiro de Haicai



XII Encontro Brasileiro de Haicai

30 de outubro de 1999



O XII Encontro foi realizado no audtório do Memorial do Imigrante, em São Paulo, dentro da Mostra Haicai - um instante, uma poesia.

Foi realizado um concurso, onde os participantes tiveram de compor um haicai no tempo de 20 minutos, escolhendo um dos temas: margarida ou pêssego. Os temas foram validos tanto para a categoria infantil como para a categoria adulto.

Neste Encontro, o destaque foi para o grande numero de crianças presentes, representando colégios de São Paulo e Paraná.

Após o concurso, enquanto se procedia ao julgamento, o Professor Paulo Franchetti, livre-docente da Universidade de Campinas e reconhecida autoridade em haicai, proferiu uma palestra acompanhada com vivo interesse, respondendo ainda a várias perguntas formuladas pelos presentes ao auditório lotado do Memorial do Imigrante.

Ainda no programa, uma breve apresentação do novo livro do poeta paranaense de Londrina Maurício de Arruda Mendonça: "Trilha Forrada de Folhas - Nenpuku Sato, um Mestre de Haikai no Brasil" (Edições Ciência do Acidente, S. Paulo). Alias, do lado de fora, ocorria o lançamento simultâneo de dois livros - o livro sobre Nempuku Sato e a nova antologia de haicais do Grêmio Haicai Ipê - "Lua na Janela".

São dignas de registro as passagens de membros da família Sato: Futaro Sato, filho de Nenpuku e vereador por Bauru, SP, e Gyudoshi Sato, irmão mais novo de Nenpuku e continuador de sua obra.

O 12o Encontro Brasileiro de Haicai foi realizado pelo Grêmio Haicai Ipê, com a colaboração do Núcleo de Estudos e Tradições do Memorial do Imigrante.



Classificação


Os temas propostos foram pêssego e margarida, tanto para a categoria adulto como para a infantil.



Categoria Adulto

Primeiro lugar
Koshitiro Tokutake (São Paulo, SP)

No jardim da escola
as margaridas alegram
o recreio da aula...

Segundo lugar
Paulo Franchetti (Campinas, SP)

No cheiro do pêssego
Esquecido na fruteira,
As tardes de outrora.

Terceiro lugar
Analice Feitoza de Lima (São Paulo, SP)

A flor no cabelo,
A menina leva a cesta,
Margaridas brancas.

Quarto Lugar
Ezequiel de Oliveira Pereira (São Paulo, SP)

Pêssego em calda
Criança lambuzada
A vida é doce

Quinto lugar
Maria Reginato Labruciano (São Paulo, SP)

Solitário na fruteira
o pêssego aveludado,
perfuma a cozinha.

Sexto lugar
Eunice Kikue Okuma Cavenaghi (Mauá, SP)

Perto da montanha
Interrompe a caminhada
campo de margaridas

Sétimo lugar
Maria Fátima A. V. da Silva (São Paulo, SP)

As margaridas
na ciranda, sorridentes
como crianças


Categoria Infantil

Primeiro lugar
Renato Miranda Cardoso (São Paulo, SP)

Criança encantada
Margarida plantada
No meio do Brás

Segundo lugar
Priscyla Momy Okuyama (São Paulo, SP)

Antigo casebre
Margaridas no quintal
de terra batida

Terceiro lugar
Luiz Tadeu B. de Lima (Diadema, SP)

A margarida
balança meu coração
Quando a vejo

Quarto lugar
Carolina Y. Furusho (São Paulo, SP)

Pétalas de neve
Dançando ao som do vento
Frágil margarida

Quinto lugar
Mayara C. de Souza Sanguini (Bandeirantes, PR)

Pêssego verde.
Entre as flores do jardim
Escolho a maior.

Sexto lugar
Talita Lopes Simões (São Paulo, SP)

Margarida branca
vem desabrochar ao vento
uma vida nova

Sétimo lugar
Ricardo Mizoguchi Gorgoll (São Paulo, SP)

Bela margarida
É tão simples, tão humilde,
mas tambem, tão alegre

Oitavo lugar
Erika Megumi Takada (São Paulo, SP)

Perfume na janela:
Bate brisa em margarida
Lívida e singela.

Nono lugar
Franciela Silva (Bandeirantes, PR)

Bailando ao vento
margaridas nos contemplam
e se tornam haicais.

Décimo lugar
Eusébio de Souza Sanguini (Bandeirantes, PR)

Gostoso! Sei lá.
Acho que vou morder! Nhac...
Gostei desse pêssego


JÚRI:

  • Alonso Alvarez - Editor literário, haicaísta
  • Ana Maria Guariglia - Jornalista (apenas para a categoria adulto)
  • Douglas Eden Brotto - Oficial da Reserva da Marinha, haicaísta
  • Elza Aun Cesare - Professora
  • Sergio Dal Maso - Arquiteto, haicaísta
  • Silvio Sam - Arquiteto, escritor
  • Teruko Oda - Professora, haicaísta (apenas para a categoria infantil)



Encontro Brasileiro de Haicai

Primeira
página

Retornar ao Caqui

Enviar esta página
para um amigo

Início da
página

Retornar ao início da página