CONTEMPLAÇÃO
DA LUA
2017


REUNIÃO DE POETAS PARA CONTEMPLAR A LUA CHEIA DE OUTONO
E COMPOR
HAICAIS SOBRE A OCASIÃO.


11 de abril de 2017
Espaço Cultural Soto-Zenshu
Templo Busshinji
Rua São Joaquim, 285, São Paulo





O QUE FOI

Durante o outono, quando a lua cheia surge de forma esplêndida, os japoneses costumam admirá-la e aproveitam para compor poemetos conhecidos por haicai ou haiku, acompanhados de comida e bebida.

Para os poetas de haicai, a estação do outono tem um significado profundo, de grande introspecção. A lua de outono é um dos temas preferidos deste exercício poético.

Simbolicamente, nesta estação, a lua se mostra mais próxima aos olhos do poeta e, portanto, imensamente grande. Veja como foi em 2016, 2015, 2014, 2013, 2012,2011, 2010, 2009, 2008, 2007, 2006, 2005, 2004, 2003, 2002, 2001, 2000 e 1999.

COMO FOI

A Contemplação da Lua foi marcada para a Semana Santa. Sete poetas compareceram nessa data, aguardando a aparição do astro noturno no vão entre dois prédios. O céu ligeiramente enevoado não se fez de obstáculo para a luminosidade lunar que inundou a penumbra do grande salão vazio, abençoando os haicaístas arrebatados. Foi nesta atmosfera tão propícia que todos se puseram a escrever, compondo os poemas que agora apresentamos.





Os poetas chegam
trazendo boas notícias
da vinda da lua

Carlos R. Bueno


Surpresos com a lua
os poetas escrevem com
brilho nos olhos

Carlos R. Bueno


Contemplação --
Só os olhos se movem
com a luz da lua

Carlos R. Bueno


Leve ansiedade --
Monge e não monges no aguardo
e a lua veio de véu.

Cristiane Kovacs Cardoso


Ventinho no rosto
no aguardo da lua primeira --
Um longo suspiro.

Cristiane Kovacs Cardoso


Amigos calados --
Pensamento na lua cheia
que veio brilhante!

Cristiane Kovacs Cardoso


Os olhos brilham
diante da paisagem
Ah, lua de outono!

Débora Fernandes Tavares


Que alegria!
Pela fresta da janela
Lua de outono

Débora Fernandes Tavares


Todos para um canto
Espiando pela janela
Lua-desta-noite.

Edson Kenji Iura


Chega a velha amiga
com tantas notícias boas.
Lua-desta-noite.

Edson Kenji Iura


Surge um rosto novo
Entre os velhos visitantes.
Lua-desta-noite.

Edson Kenji Iura


Nem mais surge a lua
neste encontro em que me chegam
as reminiscências!

Francisco Handa


Na próxima vez
quem haverá de ausentar-se?
Lua-desta-noite.

Francisco Handa


Em que céu compõe
amigos que não vieram.
Lua-desta-noite.

Francisco Handa


Não foi tanta espera.
Entre uma conversa e outra
eis que surge a lua.

Neide Rocha Portugal


Sob a mesma lua
vertigem dos edifícios
flutua no céu

Neide Rocha Portugal


Num impulso conto
as rugas no rosto amigo --
Lua-desta-noite!

Teruko Oda


O alvo na câmera --
Sorri nos olhos do amigo
a lua cheia.

Teruko Oda


Lua-desta-noite --
Haicaístas fotografam
compulsivamente.

Teruko Oda




REALIZAÇÃO

Espaço Cultural Soto-Zenshu (Templo Busshinji). Apoio Cultural: KakiNet







CONTEMPLAÇÃO DA LUA NO RIO DE JANEIRO
Grêmio Haicai Sabiá e Grêmio Haicai Águas de Março


ONDE FOI


Guia de Pacobaíba também conhecido como Praia de Mauá, é um bairro-distrito de Magé, no Estado do Rio de Janeiro. É a sede e bairro mais importante do 5º Distrito. Possui uma população estimada em 40 mil habitantes. Aqui está localizada a estação da primeira estrada de ferro do Brasil e da América do Sul, construída pela "Companhia de Navegação a Vapor e Estrada de Ferro de Petrópolis" inaugurada em 30 de abril de 1854. Compareceu ao ato de inauguração Sua Majestade o Imperador D. Pedro II, que conferiu ao Comendador Irineu Evangelista de Sousa o título de Barão de Mauá, pelo feito.


COMO FOI


Marcamos a Contemplação da lua para 11 de abril, à Praia do Anil, Guia de Pacobaíba, Mage, RJ. Convidamos os companheiros das oficinas virtuais dos dois grêmios a se juntarem aos presenciais, de onde estivessem naquele momento. A lua surgiu esplendorosa, embora, logo a seguir, nuvens passageiras a encobrissem por alguns momentos. 24 poetas responderam ao nosso apelo e obtivemos o resultado a seguir:



Fecho a porta --
Lá fora a roupa seca
sob a luz do luar

Álvaro Posselt


Enfim as nuvens
se deixam levar --
Lua desta noite

Álvaro Posselt


Noite no jardim --
A contemplação da lua
tem novos adeptos

Álvaro Posselt


Esplêndida a lua
desponta sobre o telhado --
Cessa a brincadeira.

Benedita Azevedo


Em busca da lua
caminho até o portão...
ei-la soberana.

Benedita Azeved


Nuvem passageira
encobre a lua de outono...
sombras no quintal.

Benedita Azevedo


inquietude --
de silêncio a silêncio
a espera da lua

Carlos Bueno


a lua aparece
o vozerio aumenta
com os flashes

Carlos Bueno


contemplação --
já não se ouvem vozes
só olhos na lua

Carlos Bueno


Lua ainda intensa ---
E as pessoas pensativas
no ponto de ônibus.

Carlos Martins


Nuvem após nuvem,
lentamente rumo ao oeste ---
Lua cheia de outono.

Carlos Martins


Lua desta noite ---
Apenas os elogios
quebram o silêncio

Carlos Martins


Chega radiante
A lua cheia de abril
Silêncio profundo

Carlos Viegas


Esplendor no céu
Surge na barra do dia
O clarão da lua

Carlos Viegas


Sob este luar
Vejo as sombras das árvores
Por todo o quintal.

Carlos Viegas


Pausa no namoro
para fotografar-
Lua de Bashô

Clarinha Sznifer


Café e lanchinho
Prontos para o encontro
Festa da lua!

Clarinha Sznifer


Brisa tão gostosa
Prepara a chegada
Do clarão da lua

Clarinha Szanifer


clarão-de-lua
sobre o barco ancorado
vai o rio, fica a lua

Elisa Campos


noite a dentro
luz da lua cheia
pincela o jardim

Elisa Campos


Apesar da chuva,
a lua cheia apareceu
por detrás das árvores.

Franklin Magalhães


Como em um filme --
silhueta de avião
em frente à lua.

Franklin Magalhães


O show terminou -
as nuvens estão de volta
e a lua cheia... já era!

Franklin Magalhães


Menos amigos
a esperarem a lua...
Brilhou a saudade!

Iraí Verdan


No céu azulado
a lua deixava ver
seu manto sagrado.

Iraí Verdan


No céu uma estrela
vigia a lua surgir...
Nós, a contemplar.

Iraí Verdan


Quietude na prece.
Irradiando muita paz
Lua-desta-noite.

Jane Azevedo


O céu sem vida:
A lua desta noite
Não veio ainda

José Lira


Na noite escura
De repente saiu
A lua clara

José Lira


Como se fosse
Sempre a primeira vez:
Lua de outono

José Lira


Entre as nuvens
escondida, a brilhar
lua desta noite

Lourdes Fontes


lua nova
dia, noite se completam
águas de março

Lourdes Fontes


Noite de lua --
Pedra do Arpoador
Beleza pura

Lourdes Fontes


Lua, iluminada.
No outono surge com esplendor
E brinca de esconder.

Márcio Resende


Gato no telhado
Parece avistar a lua-
Silêncio da noite.

Marco Aurélio Goulart


Lua- desta-noite --
Pela janela do quarto
Mamãe a contempla.

Marco Aurélio Goulart


Lua cheia de outono --
Mesmo com nuvens esparsas
Não perde seu brilho...

Marco Aurélio Goulart


A lua de outono
surge atrás do bambuzal.
Flores cor de prata.

Mardilê Friedrich Fabre


Na noite serena,
lua cheia passeia.
Amores desperta.

Mardilê Friedrich Fabre


Lua luminária,
vela o sono da donzela.
Alma solitária.

Mardilê Friedrich Fabre


Oh lua onde estás?
Estou "presa" , não te vejo...
Dentre os altos prédios!

Maria do Carmo Zerbinato


Que pena eu não vi
A lua de outono , linda...
Cercada de prédios.

Maria do Carmo Zerbinato


Lua sei que existes
porque contaram pra mim ...
Culpa desses prédios!

Maria do Carmo Zerbinato


Noite sem estrelas...
céu entregue por inteiro
à lua de outono.

Maria Madalena Ferreira


Nuvem repentina
encobre a lua de outono...
o mundo escurece.

Maria Madalena Ferreira


Luz inspiradora --
poetas fazem haicais
à lua de outono.

Maria Madalena Ferreira.


queda das folhas --
brilha a lua de outono
na dor na alma

Mateus Nascimento


brota lua serena --
vontade e desejo
contidos no breu

Mateus Nascimento


vida que segue --
na surdina noturna
tsuki no me (olhos da lua)

Mateus Nascimento


Discreto clarão...
Ropendo as nuvens de abril
vem surgindo a lua.

Matusalém Dias de Moura


Coberta de nuvens
A lua cheia não veio
clarear a noite.

Matusalém Dias de Moura


Sobe a lua cheia...
por sobre o mar de Vitória
ondas reluzindo.

Matusalém Dias de Moura


fulgura no céu
a lua cheia de abril
-- que noite mais bela!

Nilza Azi


espera ansiosa
lua cheia deste outono
- as nuvens não abrem

Nilza Azi


bola cor-de-rosa
é tempo de lua cheia
-- entrada do outono

Nilza Azi


Absorto olhar.
Longe do mundo confere
distinção ao luar

Regina Coeli Nunes


Luar, lua cheia -
Tem a missão de tornar-se
fiel cenáculo

Regina Coeli Nunes


No céu lua cheia --
Apetrechos de luar
brilham sem parar

Regina Coeli Nunes


acima do mar
fascinante lua cheia --
hoje ninguém dorme

Rose Mendes


termina a espera --
acima do bambuzal
lua-desta-noite

Rose Mendes


viagem longa --
filha para no mirante
pra foto da lua

Rose Mendes


Praça da cidade --
Carros rodam sem parar,
ninguém vê a lua.

Sandra Hiraga


Noite de lazer --
Lua detrás das nuvens
brinca de esconder.

Sandra Hiraga


Noite de outono --
Filha fotografa a lua
pedindo haicai.

Sandra Hiraga


Contemplando a lua
mal aparece nas nuvens
e amigos bebem.

Yara Brotto


Perambulo ao léu
Súbito vejo a lua cheia
Muda a estação

Yara Brotto


No céu nublado
Nuvens passando rápido
Enfim a lua vem.

Yara Brotto

Previsão do Tempo

[ Informações | Fases da Lua | Estações do Ano | Previsão do Tempo | Topo da Página ]