Este espaço tem por objetivo divulgar a produção haicaísta em língua portuguesa. Se você é autor, saiba como expor seu trabalho gratuitamente

Traduções de José Lira: Buson

Capa - As nuvens ja se foram

As nuvens já se foram: Haicais de Buson
José Lira (tradutor)

Coletânea de haicais (49 haicais em versão bilíngue — japonês e português) com notas. Apresentação pelo tradutor. Contracapa com nota biográfica e haicai de Buson. Recife, Editora Coqueiro, sem data, 16 páginas, 10cm x 15cm. Contato: editoracoqueiro2011@gmail.com.

Da apresentação: “Cerca de três mil haicais e apenas três poemas de maior extensão, além de cartas e alguns textos esparsos, compõem sua obra literária, a qual permaneceu obscura até que foi resgatada por Shiki, que a comparou com vantagem, mais de cem anos depois de sua morte, à obra de Bashô. Segundo Shiki, os haicais de Buson encaixam-se mais na concepção de arte objetiva, ligada à realidade e não à fantasia poética, do que a produção daquele que é considerado o criador e mestre insuperável desse gênero literário. Como Bashô, no entanto, e como, até-com certa frequência, o próprio Shiki, Buson não conseguiu manter-se invariavelmente ‘fora’ de sua escrita e também cedeu, aqui e ali, à imaginação e à racionalização em seus haicais. De todo modo, o cuidado formal é uma das mais fortes características do estilo haicaístico de Buson, justificando o epíteto de esteta do haicai”.

Amostras:

Vou-me deitar:
Meu Ano Novo fica
Para amanhã

No velho tanque
A rã envelheceu:
As folhas secas

Como está quente:
Na varanda evitando
Mulher e filhos

O dia inteiro
O mar sobe-não sobe:
É primavera