Caqui: revista brasileira de haicai

CAQUI · Empório · Teia · Graffiti · Notícias · Fórum · Correio · Busca

Encontro Brasileiro de Haicai

O que é o
Encontro
Brasileiro
de Haicai
XXVI Encontro
XXV Encontro
XXIV Encontro
XXIII Encontro
XXII Encontro
XXI Encontro
XX Encontro
XIX Encontro
XVIII Encontro
XVII Encontro
XVI Encontro
XV Encontro
XIV Encontro
XIII Encontro
XII Encontro
XI Encontro
X Encontro
IX Encontro
VIII Encontro
VII Encontro
VI Encontro
V Encontro
IV Encontro
III Encontro
II Encontro
I Encontro


Encontro Brasileiro de Haicai

O que é o
Encontro Brasileiro de Haicai


Desde 1986, o Encontro Brasileiro de Haicai mobiliza poetas de todo o país na discussão e difusão do haicai brasileiro. Personalidades do mundo literário marcam sua ligação com o haicai através de palestras acompanhadas com vivo interesse. O clímax do Encontro sempre acontece através de um Concurso, aberto a todos os participantes, onde revelam-se novos poetas e provava-se que o haicai, longe de ser elitista, é veículo de expressão popular e acessível, ainda que a poesia resultante possa ser altamente refinada.

Francisco Handa, um dos idealizadores do Encontro de Haicai
Massao Ohno, destacado editor de poesia
Paulo Leminski, uma das estrelas do Primeiro Encontro
Olga Savary, tradutora de Bashô

Como surgiu o Encontro Brasileiro de Haicai


Preparar um evento desta natureza foi um desafio para os organizadores, que pretendiam com isso comemorar o primeiro aniversário do "Portal", um jornal dedicado à cultura nipo-brasileira, e que sempre teve no haicai um de seus pólos de interesse, publicando artigos e fazendo traduções.


"Não havia um modelo a seguir", conta Francisco Handa, ex-diretor de redação do periódico. A única coisa clara a essa altura era a idéia de uma oficina literária, onde os participantes pudessem tomar contato com os rudimentos do haicai e ser assim incentivados a escrever os seus próprios. Em torno disso, definiu-se o formato do Encontro: palestras e discussões sobre haicai, travadas por estudiosos do assunto, culminando em um concurso aberto ao público presente.


Através de consultas à Aliança Cultural Brasil-Japão e ao editor literário Massao Ohno, personalidades do mundo poético e cultural, todas com alguma ligação com o haicai, foram convidadas para atuar no Encontro como oradores ou no júri do concurso: Alice Ruiz, o próprio Massao Ohno, Mitsuko Kawai, Olga Savary, Paulo Colina, Paulo Leminski e Roberto Saito. O lugar escolhido para o Encontro não poderia ser melhor: o Centro Cultural São Paulo, até hoje ponto estratégico de difusão da cultura paulistana.


"Houve uma grande dose de oportunismo", revela Francisco Handa. Os anos 80 foram uma época de grande curiosidade pelo Japão e sua cultura. Grandes mostras de cinema nipônico se realizavam nas principais capitais, assim como companhias de teatro e dança visitavam o Brasil com freqüência. Livros de autores japoneses eram traduzidos e publicados em quantidade. Livros de haicais e sobre haicai, escritos ou traduzidos por Leminski e Olga Savary, alcançavam grandes vendagens.


"Sentíamos que aquele era o momento exato para lançar e consolidar o Encontro", completa Francisco. Com efeito, o Primeiro Encontro Brasileiro de Haicai, realizado na noite de 6 de dezembro de 1986, transformou-se em enorme sucesso, com grande participação do público, compromissando os organizadores a transformá-lo em evento anual.

Um Balanço


Olhando para trás, pode-se dividir a história do Encontro em duas partes. As primeiras edições tiveram um caráter nitidamente festivo, feitas para atrair uma grande quantidade de público e alavancar a discussão sobre um haicai brasileiro, ainda que à época ainda não se tivesse perfeita noção do que fosse isso. Nesse estágio, poetas, interessados em cultura japonesa e curiosos em geral dividiam a audiência.


Gradualmente, passa-se a uma segunda fase, de maior especialização, denotando a formação de uma cultura haicaísta, justamente um dos objetivos almejados pelo Encontro. Como resultado, o público passa a contar com mais e mais haicaístas e estudiosos de haicai. O Encontro Brasileiro de Haicai foi um marco na história do haicai brasileiro.

Matérias da revista Portal

Janeiro/1987: O hai-kai verde-amarelo em discussão - O que foi o I Encontro Brasileiro de Hai-Kai e suas conseqüências

Dezembro/1990: Grilos Falantes - Evento poético confirma que podemos dizer muito falando pouco



Encontro Brasileiro de Haicai



Primeira
página

Retornar ao Caqui

Enviar esta página
para um amigo

Início da
página

Retornar ao início da página